Miguel Costa Jr./Divulgação
Miguel Costa Jr./Divulgação

Após duras críticas, Massa elogia novos pneus da Pirelli

Piloto disse que novos pneus são mais confiáveis do que os utilizados até então

AE, Agência Estado

19 de julho de 2013 | 16h53

SILBERSTONE - Depois de ficar em sexto lugar no último dia de testes da semana da Fórmula 1 em Silverstone, nesta sexta-feira, Felipe Massa afirmou que os novos pneus fornecidos pela Pirelli são mais confiáveis do que os utilizados até então neste Mundial.

O piloto brasileiro retornou ao tradicional circuito inglês depois de ter sido uma das seis vítimas dos compostos que estouraram após sofrerem com um nível de desgaste incomum ou furaram durante o último GP da Inglaterra, disputado em 30 de junho, quando fez duras críticas à Pirelli.

"Me parece que este novos pneus trabalham melhor, pelo menos em comparação ao que vimos na corrida aqui", destacou o ferrarista, que participou da primeira parte dos testes realizados nesta sexta, em Silverstone.

Massa também lembrou que os outros pilotos também não sofreram com imprevistos relacionados aos pneus nesta semana de testes. "Ao longo de três dias, ninguém teve problemas e não houve estouros ou furos. Do aspecto de segurança, essa é a coisa mais importante", completou o brasileiro.

No último GP da Inglaterra, Massa viu o pneu traseiro esquerdo de sua Ferrari estourar de forma inesperada já na 11.ª volta, fato que o fez cair da quarta para a última posição, sendo que antes disse ele fez uma largada espetacular, com a qual saltou da 11.ª para a quinta colocação. E, após uma longa prova de recuperação, o brasileiro fechou a corrida em um ótimo sexto lugar.

Indignado com o problema com os pneus que atingiu vários pilotos e prejudicou a sua corrida, Massa chegou a dizer que "era inaceitável ter que dirigir sabendo que você não está seguro" e cobrou mudanças por parte da Pirelli.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariFelipe MassaPirelli

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.