Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Após irritação no Brasil, Verstappen prevê GP de Abu Dabi 'mais relaxado'

Piloto da Red Bull se envolveu em colisão com Esteban Ocon na pista e discutiu com o adversário no paddock

Estadão Conteúdo

16 de novembro de 2018 | 16h22

Após se irritar dentro e fora da pista no GP do Brasil, no domingo passado, o holandês Max Verstappen prevê um fim de semana "mais relaxado" no GP de Abu Dabi, o último da temporada 2018 da Fórmula 1, no dia 25. Ele admite que pilotos e equipes da F-1 estão ansiosos pela última prova do ano.

"Independente de ser a última corrida do ano, Abu Dhabi é sempre uma prova especial por causa da atmosfera do local. O público geralmente é grande e barulhento, e terminar a corrida no por do sol acrescenta sempre uma sensação diferente", projetou o piloto da Red Bull.

Verstappen espera um fim de temporada mais tranquilo depois de se estressar no Autódromo de Interlagos, na corrida do último domingo. Ele liderou boa parte da prova e tinha grandes chances de vencer até que foi atingido pelo francês Esteban Ocon, que era retardatário.

O toque tirou Verstappen da pista e permitiu a ultrapassagem tranquila do inglês Lewis Hamilton, que venceu a prova. O holandês chegou em segundo lugar. E, após a bandeirada, trocou empurrões com Ocon diante dos funcionários da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Por conta do incidente, foi punido com prestação de serviços comunitários por dois dias. Ele ainda pode recorrer da decisão.

"Depois de algumas corridas turbulentas, acho que todo mundo está ansioso por Abu Dhabi. O clima agradável e a sensação mais relaxada no paddock vai deixar todo mundo sorrindo", previu o piloto. "Assim que a corrida acabar, toda a equipe poderá relaxar um pouco e ter um pouco de merecido descanso."

"Claro que ainda teremos os testes da Pirelli logo em seguida, mas com certeza eu vou descansar um pouco e vou pegar sol na segunda-feira", afirmou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.