Lluis Gene/AFP
Lluis Gene/AFP

Após lambança, Grosjean é punido com perda de 3 posições no grid do GP de Mônaco

Francês da Haas erra logo na primeira volta do GP da Espanha

Estadão Conteúdo

13 Maio 2018 | 17h26

Depois de ter aprontado uma grande lambança já na primeira volta do GP da Espanha, onde acelerou com a sua Haas para dentro da pista após deixar o seu carro escapar na curva 2 do Circuito da Catalunha e provocar fortes acidentes, o francês Romain Grosjean foi punido com a perda de três posições no grid de classificação da próxima etapa do Mundial de Fórmula 1, no dia 27 de maio, em Mônaco.

+ Hamilton vence GP da Espanha com facilidade e amplia vantagem na temporada

+ Hamilton destaca volta da 'sinergia' com o carro após vitória na Espanha

Os comissários da prova espanhola consideraram o piloto culpado pelo acidente, no qual ele acabou sendo atingido em cheio pelo alemão Nico Hülkenberg, da Renault, e pelo francês Pierre Gasly, da Toro Rosso, que vinham em sua direção no pelotão de carros após a largada.

O incidente motivou a entrada do safety car na pista e uma relargada, sendo que o próprio Grosjean corre sério risco ao colocar o seu carro para dentro da pista, de lado, para tentar escapar que o mesmo fosse ir parar na brita.

Além de provocar os acidentes com Gasly e Hülkenberg, Grosjean ainda viu o russo Sergey Sirotkin, da Williams, e o espanhol Fernando Alonso, da McLaren, também escaparam por muito pouco de baterem os seus monopostos com sua manobra arriscada.

Em péssima fase na Fórmula 1, o experiente piloto francês da Haas segue na 19ª e penúltima posição na classificação do Mundial de Pilotos e agora completou nove corridas seguidas sem somar um único ponto, levando em conta as últimas provas do campeonato do ano passado.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1 Romain Grosjean automobilismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.