Kirill Kudryavtsev/AFP
Kirill Kudryavtsev/AFP

Após liderar sessão, Ricciardo elogia acerto da Red Bull, mas pede ajustes

"Acredito que podemos buscar algo a mais, mas de uma maneira geral estou feliz com o carro", disse o piloto

Estadão Conteúdo

27 de abril de 2018 | 15h38

Mais rápido na segunda sessão de treinos livres nesta sexta-feira, o australiano Daniel Ricciardo comemorou o acerto da Red Bull, mas acredita que ainda há ajustes a serem feitos até a largada para o GP do Azerbaijão de Fórmula 1 no domingo.

+ Confira a classificação da Fórmula 1

"Acredito que podemos buscar algo a mais, mas de uma maneira geral estou feliz com o carro", disse o piloto. "Não temos grandes problemas. Acredito que haverá uma batalha acirrada no classificatório de amanhã (sábado) e na corrida de domingo".

Ricciardo acredita que mesmo que a Red Bull não consiga a pole position no sábado, ele terá plena condições de brigar pela vitória no dia seguinte. "Sabemos onde podemos melhorar. O ritmo com o pneu supersoft me deu algum problema, mas estava mais ou menos da maneira que esperávamos", prosseguiu.

Companheiro de Ricciardo na Red Bull, o holandês Max Verstappen bateu na primeira sessão, mas se recuperou na segunda e terminou em terceiro lugar, atrás do finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari. Ele seguiu o discurso do parceiro de equipe.

"Ainda precisamos melhorar, mas foi um bom dia e o carro está se comportando bem. Acredito que ainda dá para deixar o carro um pouco melhor e ainda ganhar facilmente de três a quatro décimos. Esperamos estar no mesmo lugar no sábado", afirmou.

Os pilotos voltam a acelerar no circuito de rua de Baku neste sábado, quando será realizado o treino de classificação a partir das 10 horas (de Brasília). A largada para o GP do Azerbaijão, a quarta etapa do campeonato, está marcado para as 9h10 de domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Red BullDaniel Ricciardo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.