Jean François Monier / AFP
Jean François Monier / AFP

Após mais um exame negativo para covid, Rossi é liberado para correr em Valência

Piloto italiano ficou fora de duas etapas por ter contraído o coronavírus

Redação, Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2020 | 13h57

Valentino Rossi está oficialmente liberado para disputar a etapa da Comunidade Valenciana de MotoGP, cujos treinos livres começam nesta sexta-feira no circuito Ricardo Tormo. O anúncio foi feito pela equipe Monster Energy de Yamaha após receber os resultados dos exames realizados na terça e quarta feiras.

O piloto italiano ficou de fora de duas etapas por ter contraído o coronavírus e na segunda-feira um novo exame havia apontado "positivo com uma carga viral muito baixa". Com isso, os médicos da Federação Internacional de Motociclismo (FIM) ordenaram que o campeão mundial por nove vezes fosse submetido a mais dois exames no período de 24 horas.

Rossi já está em Valência, em isolamento, juntamente com todos os integrantes de sua equipe. Nesta sexta-feira o piloto participa dos treinos livres, no sábado da classificação e no domingo da prova.

Restando duas etapas para o fim da temporada, a última corrida será em Portugal, dia 22, Rossi é apenas o 15º colocado, com 58 pontos. A liderança é do espanhol Joan Mir, com 162 pontos, que, caso consiga o título, vai quebrar um jejum de duas décadas da equipe Suzuki.

O francês Fábio Quartararo, da Yamaha, e o espanhol Alex Rins, também da Suzuki, ambos com 125 pontos, dividem a segunda colocação. O espanhol Maverick Viñales, da Yamaha, acumula 121 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.