Matthew Childs/Reuters
Matthew Childs/Reuters

Após pole em Silverstone, Hamilton destaca 'adrenalina muito acima dos limites'

Piloto da Mercedes mostra empolgação em sua 76.ª pole na carreira

Estadão Conteúdo

07 Julho 2018 | 16h38

A pole conquistada para o GP da Inglaterra neste sábado foi diferente para o inglês Lewis Hamilton. Acostumado a largar em primeiro, o piloto da Mercedes, que cravou a sua 76.ª pole na carreira, destacou a intensidade do treino classificatório no circuito de Silverstone e disse que a adrenalina na pista estava muito acima dos limites.

+ Hamilton lidera treino livre na Inglaterra marcado por acidente de Hartley

"Eu estava tremendo com o momento, a adrenalina estava muito acima dos limites que eu tinha experimentado antes. É estranho dizer porque é a minha 76.ª pole. A equipe fez um ótimo trabalho e estou muito feliz pelo que eu entreguei a eles", disse o piloto, que bateu o recorde da pista ao marcar o tempo de 1min25s892.

Lewis Hamilton largará na primeira colocação do grid na prova em casa que está habituado a triunfar. Ele venceu as últimas quatro corridas em Silverstone e, desta vez, busca retomar a liderança da competição, perdida no último GP da Áustria ao ter de abandonar a corrida por conta de problemas na sua Mercedes.

"Eu deixei tudo de mim. As voltas foram intensas. Eu vi que caí para segundo. Obviamente, isso naturalmente adicionou um pouco mais de pressão. Eu sabia que ele (o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari) ia melhorar de novo. Então eu precisava melhorar o mesmo e um pouco mais", explicou Lewis Hamilton.

O inglês elogiou o desempenho do seu carro e previu uma corrida dura, que será, segundo ele, muito apertada e decidida nos detalhes, ainda mais pelo fato de Sebastian Vettel, seu principal rival na temporada, largar logo atrás, na segunda posição.

"A velocidade que nós atingimos nas voltas é muito alta. O carro está mais rápido do que no ano passado. Eu definitivamente acho que vai ser fisicamente mais difícil. Será muito perto a distância (entre quem vencer e os demais). Uma das provas mais difíceis", concluiu.

Lewis Hamilton chega para a prova em casa na segunda posição do Mundial da Fórmula 1, a um ponto do líder Sebastian Vettel. O GP da Inglaterra é o 10.º dos 21 previstos no calendário de 2018 da Fórmula 1 e a largada está prevista para acontecer às 10h10 (de Brasília).

 

 

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1 Lewis Hamilton automobilismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.