Após polêmica, Ferrari desiste de usar marca 'F150'

Por meio de uma nota publicada em seu site oficial na tarde desta quinta-feira, a Ferrari pediu desculpas à Ford pelo uso indevido da marca F150, nome da caminhonete mais vendida nos EUA e também do modelo de carro que a escuderia italiana usará na temporada 2011 da Fórmula 1.

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2011 | 15h49

Mais cedo, a Ford anunciou que estava processando a Ferrari por suposta apropriação indevida da marca registrada de sua caminhonete. A intenção da montadora era impedir que a Ferrari utilizasse a marca F150 nos Estados Unidos.

Na nota, a Ferrari explicou que o nome não teve qualquer ligação com interesses comerciais. Era apenas a abreviação do nome original do carro - Ferrari F150th Italia - uma homenagem ao 150º aniversário da unificação da república italiana.

Para acabar com qualquer mal entendido, a escuderia italiana anunciou que não mais utilizará a abreviatura F150, apenas o nome completo do modelo.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariFord

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.