Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Após susto, Mercedes aposta em evolução na Catalunha

Líder da equipe, Ross Brawn, reconhece problemas de confiabilidade no modelo W04 mas espera melhorias

AE, Agência Estado

25 de fevereiro de 2013 | 12h05

BARCELONA - Os problemas enfrentados pela Mercedes no início da pré-temporada não assustam Ross Brawn. O líder da equipe, que investiu pesado para a temporada, incluindo a contratação de Lewis Hamilton, acredita que o modelo W04 vai corresponder às expectativas na última bateria de testes da Fórmula 1, nesta semana, em Barcelona.

"Tivemos alguns problemas de confiabilidade do carro. Mas não parece ser algo fundamental. O carro aparenta estar um degrau acima do que estávamos no ano passado. Ele está fazendo tudo que os simuladores projetaram", afirmou o experiente chefe de equipe. "Ainda não temos um carro campeão agora, mas a diferença que prevíamos entre 2012 e 2013 parece bem verdadeira, o que é um sinal bem encorajador".

As boas expectativas de Brawn vão ao encontro da grande performance da Mercedes na semana passada. Hamilton e Nico Rosberg lideraram duas das quatro sessões na Catalunha, após terem problemas no carro na bateria anterior em Jerez de La Frontera. "Claro que os primeiros dias foi muito decepcionantes. Mas fiquei feliz ao ver a atitude de Lewis". Na ocasião, o inglês teve problemas com os freios, mas evitou críticas à equipe.

Nesta semana, entre quinta-feira e domingo, o maior desafio de Brawn será compreender melhor o desgaste dos novos pneus da Pirelli, além de dar maior confiabilidade ao carro 2013. "Hoje as equipes têm maior capacidade para buscar informações sobre os pneus. E você tem que ter uma visão inteligente e cuidadosa para analisar o comportamento deles."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.