Valdrin Xhemaj/EFE
Valdrin Xhemaj/EFE

Atrás de Valtteri Bottas, Felipe Massa diz que no máximo seria 5º

Brasileiro largará atrás de companheiro pela primeira vez no ano

Estadão Conteúdo

18 de abril de 2015 | 20h05

Ao ficar com a sexta posição no grid de largada do GP do Bahrein, Felipe Massa foi superado pela primeira vez no ano pelo seu companheiro de Williams, Valtteri Bottas, em um treino de classificação para uma prova desta temporada da Fórmula 1. O piloto brasileiro, porém, minimizou o peso do fato ao enfatizar que o máximo que conseguiria seria o quinto lugar, tendo em vista a superioridade dos carros de Mercedes e Ferrari. O finlandês partirá justamente do quinto lugar neste domingo.

"Foi uma classificação boa para nós, é a melhor posição que poderíamos conquistar, quinto e sexto. Eu não acertei minha volta, e talvez isso tenha me custado uma posição. Sabemos que o pessoal da frente está muito forte e que será uma corrida difícil, então temos de estar bem preparados", ressaltou o brasileiro.

Já Felipe Nasr, que acabou ficando fora da terceira parte do treino de classificação deste sábado, mostrou certo conformismo com o 12º lugar do grid, pois acredita que "extraiu tudo" de sua Sauber. "A gente estava perdendo foco no segundo setor (do circuito de Sakhir), onde foco é a pressão aerodinâmica, um dos pontos fracos do nosso carro. Mas amanhã (domingo) ainda tem muita corrida pela frente", declarou o piloto, em entrevista à TV Globo, confiante de que poderá lutar para ficar entre os dez primeiros na corrida e consequentemente pontuar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.