Avanço da Michelin preocupa rivais

Há uma preocupação grande dentre os pilotos das equipes que correm com Bridgestone para o GP da Europa, no circuito de Nurburgring, como Michael Schumacher, com o avanço da Michelin, que na sua volta à Fórmula 1 já venceu duas das oito etapas realizadas. "Por enquanto, quem tem razões para falar dos seus pneus é Ralf, não eu", respondeu Michael, quando perguntado sobre o que conversou com seu irmão logo depois que deixaram seus carros, em Montreal, quando classificaram em primeiro e segundo."Temos ótimos pneus, mas a Michelin pode surpreender novamente em outras pistas", afirmou Michael. Para Ralf, a principal dificuldade da Williams em Nurburgring onde, segundo disse, o máximo que pode aspirar é marcar pontos, será de natureza aerodinâmica, não de pneus. "Aqui esse fundamento do carro está muito mais à prova que no Canadá." Rubens Barrichello, companheiro de Michael na Ferrari, reconheceu nesta quinta-feira a necessidade de marcar pontos no GP da Europa, depois de abandonar a prova de Montreal. "É verdade, minha terceira colocação no Mundial está ameaçada por Ralf", disse. Michael lidera a competição com 58 pontos, seguido por Coulthard, 40, Rubinho, 24, e agora Ralf, 22. O finlandês Mika Hakkinen, da McLaren, campeão do mundo em 1998 e 1999, ocupa apenas o sexto lugar, com 8 pontos.E se a direção da Ferrari teme que Hakkinen possa facilitar o trabalho de Coulthard, como faz Rubinho com o primeiro piloto da escuderia, as declarações do finlandês, nesta quinta-feira, são motivo de tranqüilidade: "Não dou passagem ao David nem que minha equipe ordene. Sou pago para vencer e estou aqui para isso." Hakkinen pediu um tempo até o GP da Hungria, 13ª da temporada, para conhecer, com precisão, sua posição na luta pelo título. "Se depois de lá eu estiver ainda tão longe como hoje, aí sim irei me preocupar com David." Para Michael Schumacher, a McLaren será, ao contrário do Canadá, sua única adversária no GP da Europa, sendo que em condição de corrida, acredita, "não será fácil batê-los."

Agencia Estado,

21 de junho de 2001 | 15h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.