Steve Wobser/AP
Steve Wobser/AP

Azarão Brad Binder ousa na chuva e vence corrida maluca da MotoGP na Áustria

Antes de a chuva resolver ser a protagonista do domingo, a disputa era acirrada entre Francesco Bagnaia, Marc Márquez e Fabio Quartararo

Redação, Estadão Conteúdo

15 de agosto de 2021 | 10h48

Brad Binder foi o grande e surpreendente vencedor da etapa da Áustria da MotoGP, 11ª da temporada, neste domingo. Azarão, o sul-africano da Red Bull KTM cruzou em primeiro ao ficar na pista nas últimas quatro voltas, quando a chuva castigou o Red Bull Ring, em Spielberg. Foi sua primeira vitória no ano e também da equipe em sua casa.

Antes de a chuva resolver ser a protagonista do domingo, a disputa era acirrada entre Francesco Bagnaia, Marc Márquez e Fabio Quartararo, que travaram enorme disputa pelo primeiro lugar após verem o pole position Jorge Martín perder rendimento logo após a largada, visivelmente preocupado com a pista levemente molhada na Áustria.

Novato na categoria, o espanhol recordfista de tempo da pista caiu para o quarto lugar e viu Bagnaia assumir a liderança, com Johann Zarco subindo para segundo e Márquez ser o terceiro. Quartararo era somente o quinto, mas provando não ser o líder por acaso, chegou à primeira posição da prova com belas ultrapassagens.

A pista molhada, contudo, era um vilão a mais. O francês cometeu dois erros e acabou perdendo posições para Bagnaia e Márquez, que não terminaria a prova por queda no fim, mesmo destino de Zarco e Miguel Oliveira.

Restando quatro voltas, com o aperto da chuva, os mais bem colocados na pista optaram por irem aos boxes trocarem por motos de chuva. Binder assumiu a ponta com Aleix Espargaró em segundo, mas numa tocada bem mais lenta.

O sul-africano conseguiu levar a moto da equipe austríaca em primeiro até o fim. Bagnaia recuperou posições para cruzar no segundo lugar, com Martín em terceiro. Márquez caiu na penúltima volta, enquanto Quartararo foi só o sétimo.

Ciente da queda de Zarco, até então seu principal concorrente ao título, Quartararo não quis correr riscos com sua Yamaha e terminou em 7º, suficiente para aumentar sua pontuação para 181, tranquilo na liderança geral, agora com 47 pontos a mais que Bagnaia, novo vice líder, e Joan Mir, ambos com 134. Zarco está com 132. A 12ª corrida da temporada, a etapa da Inglaterra, será disputada no dia 29 de agosto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.