Badoer deixa Ferrari após 13 anos como piloto de testes

O italiano Luca Badoer não será mais o piloto de testes da Ferrari na Fórmula 1, após passar os últimos 13 anos ocupando o posto. Assim, o seu último trabalho pela equipe italiana foi participar de um evento nesta quarta-feira, em Bolonha, na Itália.

AE, Agência Estado

08 de dezembro de 2010 | 12h43

O contrato de Badoer encerraria neste final de ano e a equipe decidiu não prorrogá-lo. O italiano de 39 anos começou na categoria pela Minardi, onde ficou entre 1993 e 1999. Na temporada de 2009 da Fórmula 1, ele chegou a disputar duas provas no lugar do brasileiro Felipe Massa, que havia sofrido grave acidente nos treinos do GP da Hungria.

No entanto, o piloto nunca se destacou por seu desempenho. Ele é dono do recorde de corridas sem somar sequer um ponto na Fórmula 1, com 51. Com a saída de Badoer, a Ferrari fica com três pilotos de teste: o italiano Giancarlo Fisichella, o espanhol Marc Gené e o francês Jules Bianchi.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariLuca Badoer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.