Bahrein constrói autódromo no deserto

A um custo estimado de 150 milhões de dólares, começou a ser construído nesta terça-feira no Bahrein, o primeiro circuito de Fórmula 1 do Oriente Médio. O autódromo - que deverá abrigar as competições a partir de 2004 - será construído no deserto, próximo à cidade de Sakhir. Situado a aproximadamente 30 quilômetros de Manama, a capital, o circuito poderá receber 70 mil espectadores. Vai contar com seis pistas - a principal, de 5.475m, será usada pelo F-1 e as demais serão destinadas a diversas outras categorias, incluindo-se aí, os ?dragster?, muito populares na região.?Trata-se de um evento histórico. Este circuito vai dinamizar o turismo e deverá gerar inúmeros postos de trabalho, o que deverá trazer um grande impulso no desenvolvimento da região?, declarou Shaik Mohammed AlKhalifa, presidente do futuro circuito de Bahrein, em entrevista coletiva nesta terça-feira para marcar o lançamento da pedra fundamental da obra.No dia 14 de setembro, Bernie Ecclestone, o proprietário da F-1, anunciou em Monza que a F-1 estaria expandindo suas fronteiras para o Oriente Médio, depois de um acordo com príncipe herdeiro do Reino, Shaikh Hamad Al Khalifa. O mais provável é que Bahrein seja colocado no final da temporada, para evitar as altas temperaturas do verão.Ecclestone decidiu colocar o Oriente Médio no calendário da F-1, para compensar prejuízos decorrentes das leis anti-tabagismo instaladas em diversos países. Com a adoção das leis - que em geral proíbem propaganda de cigarros - as corridas podem ficar inviabilizadas em vários pontos da Europa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.