Bahrein corre contra o tempo para ter prova

O francês Philippe Gurdjain, organizador do GP de Bahrein, solicitou a Bernie Ecclestone, durante o GP da Austrália, para cancelar a corrida. A razão era simples. O autódromo não ficaria pronto a tempo para a prova. Ecclestone se recusou a aceitar, fez seus contatos e Gurdjain ganhou mais 1.500 homens, trabalhando em três turnos de 8 horas cada, para concluir a obra. A parte de pista e boxes já está pronta, mas alguns serviços destinados ao público não serão entregues a tempo. A terceira etapa do campeonato, contudo, está confirmada.

Agencia Estado,

21 de março de 2004 | 15h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.