BAR-Honda fez a festa no Japão

A equipe que mais comemorou o resultado do GP do Japão foi a BAR, associada à Honda, montadora a quem pertence o circuito de Suzuka. O britânico Jenson Button conquistou, com o terceiro lugar, seu décimo pódio nesta temporada e o japonês Takuma Sato fez os mais de 100 mil entusiasmados torcedores vibrarem com seu quarto lugar. Além disso, os 11 pontos somados praticamente garantiram ao time inglês o vice-campeonato entre os construtores da Fórmula 1.Com o resultado deste domingo, a BAR chegou a 116 pontos, enquanto a Renault, com a quinta colocação do espanhol Fernando Alonso, atingiu 100. Uma sexta colocação, ou 3 pontos, de Button ou Sato em Interlagos, dia 24, garante o vice à equipe inglesa.A Honda fez uma linda festa em Suzuka neste domingo, levando carros de campeonatos passados para uma volta na pista. Foram eles: o modelo Honda RA300 de Fórmula 1 de 1967, a Lotus 100T-Honda de Nelson Piquet (1988), a Williams FW11-Honda de Piquet (1986) e a McLaren MP4/6-Honda de Ayrton Senna (1991). Todos impecavelmente conservados.Definição - No sábado pode ser que a BAR-Honda tenha ainda mais o que comemorar. É que o Contracto Recognition Board (CRB), grupo de advogados contratado pela FIA para decidir pendências de contratos entre pilotos e equipes, dará o veredicto final sobre o caso Button: fica onde está ou pode se transferir para a Williams.Neste domingo, o piloto confirmou que seu advogado, John Byfield, não terá o contrato renovado no fim do ano. Essa informação pode ser um indício de que a Williams pode perder a disputa e Button tenha de permanecer na BAR.Se for confirmada a permanência dele na BAR, as chances do brasileiro Antonio Pizzonia assumir a vaga que seria de Button na Williams são grandes, para ser companheiro do seu desafeto Mark Webber, com quem já correu na Jaguar.

Agencia Estado,

10 de outubro de 2004 | 14h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.