BAR surpreende e larga na pole

Finalmente a Ferrari perdeu uma. Não é muito, a pole position do GP de San Marino, mas a festa de seus adversários foi tãogrande, neste sábado no circuito Enzo e Dino Ferrari, que pareceu que JensonButton e a BAR-Honda, autores da proeza, haviam conquistado o título.Michael Schumacher e a Ferrari ficaram "só" em segundo desta vez. Acorrida, neste domingo, em 62 voltas, com largada às 9 horas e transmissão aovivo pela TV Globo, é a primeira do campeonato em que, até mesmosegundo Schumacher, a Ferrari poderá enfrentar alguma resistência paravencer. Nas três etapas disputadas até agora este ano, Schumacher largou napole e ganhou todas. Estava invicto. Coube a Button e a BAR-Hondaquebrar a série. Foi a primeira pole do inglês de 24 anos que disputou69 GPs e da equipe, 86. Já a Honda não tinha um motor no carro do poledesde o GP do Canadá de 1992, com Ayrton Senna. "Minha volta foirealmente muito boa, embora não tenha me surpreendido", disse Button."Sabíamos desde os teste de Barcelona, semana retrasada e de PaulRicard, semana passada, que havíamos dado outro grande salto adiante." A BAR-Honda é hoje a única equipe que pode pensar em derrotar aFerrari? "Precisamos esperar mais algumas provas, quando novoscomponentes serão incorporados ao carro, para responder. Penso, noentanto, que estamos na direção certa", avaliou o diretor-técnico daBAR, Geoff Willis. Button registrou 1min19s753, à média de 222,6 km/h.A pole em 2003, de Schumacher, foi com o tempo de 1min22s327. De umatemporada para a outra a Fórmula 1 tornou-se dois segundos e meio(2s574) mais veloz. O presidente da FIA, Max Mosley, quer conter essaescalada da velocidade ainda este ano e planeja grandes mudanças para2008. Schumacher fez de tudo para superar a marca de Button diante datorcida italiana. E vinha bem até a Variante Alta, quando deixou suaF2004 escapar de traseira. "Tive muita sorte de não ter rodado", disse."De qualquer forma, mesmo que não errasse não conseguiria ser maisveloz que Button", falou o alemão. "Nos treinos que realizamos com aBAR em Barcelona, há duas semanas, eles se mostraram muito rápidos ehoje confirmaram o que esperávamos deles. Será um corrida difícil paranossa equipe." Jean Todt, diretor-esportivo da Ferrari, lembrou que esperava mesmojá uma reação da concorrência. "Mas temos condições de oferecer maisuma vitória a nossos funcionários que estarão no circuito." A Ferraricomprou todos os ingressos de uma arquibancada para que seus cerca de800 empregados e familiares assistam ao GP de San Marino, distanteapenas cerca de 60 quilômetro da sede da equipe. Rubens Barrichelloperdeu tempo no último setor da pista e larga apenas em quarto. Juan Pablo Montoya, da Williams, conseguiu ser mais rápido do quepensava, terceiro. "Quando vi o tempo de Button, disse a mim mesmo meuDeus. Não imaginava abaixar de 1min20s5." Essa marca lhe daria a quintaou sexta colocação. Mas fez 1min20s212. "Nosso ritmo em corrida é bemmelhor que na classificação. Já estive confiante antes, como emBahrein, em lutar pela vitória e não deu, por isso vou esperar, masestamos bem aqui." Se companheiro na Williams, Ralf Schumacher, é oquinto no grid. Para quem treinou tão bem antes, esperava-se um poucomais da Renault. Alonso estabeleceu o sexto tempo e Trulli, o nono. Cristiano da Matta, da Toyota, confirmou o avanço de seu time com asmodificações introduzidas no modelo TF104 ao ficar em décimo, e FelipeMassa, com a limitada Sauber, larga em 12º.Veja o grid de largada: 1. Jenson Button (ING) BAR-Honda - 1:19.753. 2. Michael Schumacher (ALE) Ferrari - 1:20.011. 3. Juan Pablo Montoya (COL) Williams-BMW - 1:20.212. 4. Rubens Barrichello (BRA) Ferrari - 1:20.451. 5. Ralf Schumacher (ALE) Williams-BMW - 1:20.538 6. Fernando Alonso (ESP) Renault - 1:20.895. 7. Takuma Sato (JAP) BAR-Honda - 1:20.913. 8. Mark Webber (AUS) Jaguar - 1:20.921. 9. Jarno Trulli (ITA) Renault - 1:21.034. 10. Cristiano Da Matta (BRA) Toyota - 1:21.087. 11. David Coulthard (ESC) McLaren-Mercedes - 1:21.091. 12. Felipe Massa (BRA) Sauber Petronas - 1:21.532. 13. Olivier Panis (FRA) Toyota - 1:21.558 14. Christian Klien (AUT) Jaguar - 1:21.949. 15. Giorgio Pantano (ITA) Jordan-Ford - 1:23.352. 16. Nick Heidfeld (ALE) Jordan-Ford - 1:23.488. 17. Gianmaria Bruni (ITA) Minardi-Cosworth - 1:26.899. 18. Zsolt Baumgartner (HUN) Minardi-Cosworth - 1:46.299. 19. Kimi Raikkonen FIN) McLaren-Mercedes (sem tempo) 20 . Giancarlo Fisichella (ITA) Sauber Petronas (sem tempo)

Agencia Estado,

24 de abril de 2004 | 09h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.