Alejandro Garcia/Efe
Alejandro Garcia/Efe

Barrichello acredita que podia largar entre os dez primeiros na Espanha

'Eu vou acelerar para estar lá', discursa de maneira positiva o brasileiro da Williams

AE, Agência Estado

21 de maio de 2011 | 14h16

BARCELONA - O brasileiro Rubens Barrichello lamentou os problemas enfrentados com o carro da Williams que o impediram de lutar por uma posição melhor no grid de largada do GP da Espanha de Fórmula 1. Eliminado na primeira parte do treino, ele largará apenas do 19.º lugar, mas acredita que poderia estar entre os dez primeiros, assim como ocorreu com o venezuelano Pastor Maldonado, seu companheiro de equipe, que registrou o nono melhor tempo.

"Acho que há um lado positivo por termos economizado um jogo de pneus, que é uma forma de olhar para isto, mas vendo onde o Pastor terminou, nós poderíamos também ter uma boa chance de estar no top 10. Eu vou acelerar para estar lá amanhã (domingo)", afirmou o brasileiro, mantendo as esperanças de somar os seus primeiros pontos na temporada neste fim de semana.

Barrichello explicou que tinha problemas com a caixa de câmbio, o que o impediu de ser competitivo no treino de classificação. "Eu sabia que tínhamos um problema na caixa de câmbio logo que eu saí para a primeira parte do treino, quando senti que estava estranho", disse.

Veja também:

link Webber supera Vettel e larga em primeiro no GP da Espanha de F1

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.