Barrichello acredita ter carro para lutar pelo título mundial

Ele só considera cedo para garantir que o BGP 001 se manterá forte, pois 'a Ferrari estará mais próxima'

EFE

31 de março de 2009 | 10h51

Daniel Munoz/Reuters

Rubens Barrichello com seu BGP 001 em ação no GP da Austrália, onde garantiu a segunda colocação

MELBOURNE - O piloto brasileiro Rubens Barrichello, da Brawn, disse não ter dúvidas de que tem nas mãos um carro com potencial para vencer o título da atual temporada do Mundial de Fórmula 1.

Veja também:

tabela F-1: classificação do Mundial de Pilotos

especialConfira o calendário da temporada

especialESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

Barrichello fez tal afirmação em entrevista publicada no site da revista Autosport, na qual também diz que "o único inconveniente é que (a Brawn) é uma escuderia pequena - é bem preparada, mas fez poucos testes".

Tal situação levou o brasileiro dizer que "é cedo para dizer" que a escuderia está "em definitivo" na luta pelo título desta temporada.

Durante a entrevista, Barrichello reconheceu a controvérsia gerada em torno do difusor utilizado nos carros da Brawn, mas disse que o fato de ter conseguido manter o ritmo no Grande Prêmio da Austrália mesmo depois de a peça ter sido danificada mostra que o carro como um todo prevaleceu.

O difusor do carro de Barrichello foi atingido durante a prova após um incidente com o finlandês Heikki Kovalainen, da McLaren.

Mesmo assim, o piloto da Brawn foi o segundo colocado, atrás apenas de seu companheiro de escuderia, o inglês Jenson Button.

Sobre a próxima prova, que acontece neste final de semana no circuito de Sepang, na Malásia, o brasileiro disse que a disputa vai ser muito mais apertada.

"A Ferrari sem dúvida estará mais próxima, a McLaren sempre foi bem" na Malásia, lembrou Barrichello, que também disse ter se surpreendido com o desempenho da Red Bull.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.