Barrichello aposta em bom desempenho no GP da Itália

Rubens Barrichello já disse que viu o sétimo lugar no GP da Bélgica como bom por ter somado mais dois pontos na classificação do Mundial de Fórmula 1. E seu pensamento positivo é maior em relação à próxima corrida, o GP da Itália, em Monza, no dia 13 de setembro. Ele espera que a resistência de seu Brawn GP e novidades aerodinâmicas o ajudem a obter um bom resultado.

LIVIO ORICCHIO, Agencia Estado

31 de agosto de 2009 | 10h14

"As zebras de Monza [mais altas] são boas para nós. Temos um novo pacote aerodinâmico para lá e vamos ver o que vai acontecer", disse. Ele só não quer arriscar antecipadamente se brigará por uma vitória. "É difícil projetar, porque é como uma prova extra calendário, todo mundo tem asa nova específica para lá".

O comparativo que o brasileiro faz é com o resultado em Spa-Francorchamps. "Quem diria que a Force Índia chegaria no pódio? Acredito que o carro deles nasceu para essa pista. Eu não colocaria minha mão no fogo que eles vão repetir isso", emendou.

O único temor de Barrichello e a Brawn GP é de que o fogo no carro tenha atingido peças importantes do motor e da caixa de câmbio - que estava sendo utilizada pela primeira vez. O piloto volta ao Brasil nesta segunda, onde descansa esta semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.