Barrichello desbanca Button no 1o treino livre em Interlagos

A chuva deu as caras nesta sexta-feira durante a primeira sessão de treinos livres para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, em que Rubens Barrichello saiu na frente de seu companheiro de Brawn GP e concorrente pelo título mundial, Jenson Button.

REUTERS

16 de outubro de 2009 | 12h00

O brasileiro fechou a primeira parte do treino com o segundo melhor tempo, com 1min12s874, atrás apenas do australiano Mark Webber, da Red Bull, que terminou o treino da manhã em primeiro com 1min12s463. Sebastian Vettel, companheiro de Webber, foi o terceiro.

Button, líder do campeonato, fez apenas o sétimo melhor tempo. Ele lidera a classificação do Mundial 14 pontos à frente de Barrichello e com 16 a mais que Vettel. O inglês precisa terminar em terceiro no domingo em Interlagos para garantir o título com uma corrida de antecedência sem depender dos resultados de seus adversários.

Durante toda a semana, Barrichello alertou que os carros da Red Bull se dariam melhor em condições úmidas. O brasileiro, que gosta de correr com chuva, ainda tentou uma última volta rápida a pouco segundos do final, mas não conseguiu passar do segundo lugar.

A chuva começou quando faltava cerca de uma hora para o final da sessão de 90 minutos, e levou todos os carros para os boxes. Até então, Sebastian Vettel, liderava a lista.

Cerca de 30 minutos depois, ela deu uma trégua, mas então Romain Grosjean, da Renault, saiu da pista e atingiu uma placa, deixando pedaços dela espalhados pelo circuito, e o treino foi suspenso.

Após o trabalho de limpeza, os pilotos voltaram a correr para finalizar a sessão. Mas a pista úmida ainda fez algumas vítimas -- Barrichello também saiu; Sebastien Buemi, da Toro Rosso, parou na proteção e seu carro foi guinchado, entre outros que acabaram escorregando.

No ano passado, Felipe Massa, da Ferrari, garantiu a pole position com o tempo de 1min12s368 registrado na última parte do treino classificatório de sábado. Ainda se recuperando do acidente sofrido no GP da Hungria deste ano, Massa assistiu a todo o treino da cabine da Ferrari ao lado da pista, ora acompanhando os monitores ora colocando a cabeça para fora da grade.

(Por Camila Moreira)

Tudo o que sabemos sobre:
FIPIMEIROTREINO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.