Yves Herman/Reuters
Yves Herman/Reuters

Barrichello diz estar decidido a continuar na Fórmula 1

E os dirigentes da Brawn GP já disseram que não há motivos para mudar sua dupla de pilotos no ano que vem

EFE

28 de agosto de 2009 | 09h22

SPA - O brasileiro Rubens Barrichello, da Brawn GP, afirmou nesta sexta-feira, no circuito belga de Spa-Francorchamps, que está decidido a permanecer na Fórmula 1 na próxima temporada.

Veja também:

tabela F-1: classificação do Mundial

especial Confira o calendário da temporada

especial ESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

forum BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

Barrichello, que venceu o GP da Europa na semana passada, em Valência (Espanha), quase ficou sem correr este ano com o fim da escuderia Honda. Mas o surgimento de última hora da Brawn GP permitiu ao piloto continuar na máxima categoria do automobilismo mundial.

A vitória obtida no fim de semana passado acabou entusiasmando ainda mais o brasileiro, que, aos 37 anos, é o piloto mais velho da F-1.

Embora a Brawn GP ainda não tenha renovado com Barrichello, os dirigentes da escuderia disseram em Valência que não havia motivos para mudar sua dupla de pilotos no ano que vem.

"Estou 100% decidido a seguir na Fórmula 1. No ano passado, já havia demonstrado que ainda não queria parar. Mas, certamente, este ano não quero ficar na mesma situação do ano passado, quando tive que esperar muito", disse o brasileiro em Spa-Francorchamps.

Até o momento, não há informações de que a Brawn GP começou a se movimentar para renovar os contratos de seus pilotos. Mas isso pode acontecer após o Grande Prêmio da Bélgica, que acontecerá neste fim de semana.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Rubens BarrichelloBrawn GP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.