Barrichello diz que recusou convite para as 500 Milhas

Piloto brasileiro rejeita proposta de Michael Andretti depois de conversar com sua mulher, Silvia

Agência Estado,

28 de abril de 2008 | 23h04

Convidado por Michael Andretti para disputar as 500 Milhas de Indianápolis pela equipe Andretti-Green, o brasileiro Rubens Barrichello recusou a proposta, e disse que ouviu sua mulher, Silvana, para tomar a decisão. "No dia em que contei isso para minha esposa, ela disse: ‘Não quero que você faça isso’. Minha esposa disse não e eu respeito isso", explicou o piloto, em entrevista à revista inglesa Autosport. Na semana passada começaram a pipocar boatos na F-1 sobre uma possível transferência de Barrichello para a equipe, que corre na Fórmula Indy com motores Honda - em troca, Marco Andretti, filho de Michael, ocuparia seu lugar na escuderia japonesa na F-1. Barrichello admitiu, contudo, que não está sendo fácil pensar no que fazer após a aposentadoria. Depois de igualar no GP da Espanha o recorde de corridas disputadas, 256, ele afirmou que ainda não faz planos. "Acho que a vida longe da F-1 será complicada, então tento não pensar sobre isso."

Tudo o que sabemos sobre:
Rubens BarrichelloHondaFórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.