Arquivo/AE
Arquivo/AE

Barrichello não gosta da mudança na regra da Fórmula 1

'Imagina se alguém ganha as primeiras seis corridas?', questiona; salário na Brawn GP depende dos pontos

Redação

17 de março de 2009 | 13h05

Rubens Barrichello não gostou da mudança no regulamento para definir o campeão da temporada 2009 da Fórmula 1: ao invés de ser quem somar mais pontos, será aquele que mais vencer corridas. Seu argumento é o simples fato de que a disputa pode ser definida na metade do campeonato no novo sistema, se alguém vencer as primeiras das 17 corridas.

Veja também:

forum Vote: O campeão da F-1 deve ser quem vencer mais?

linkVitórias decidirão campeão mundial da Fórmula 1 em 2009

"Não sei se gostei dessa regra... Acho que quem tem de ganhar [o título] tem de ser aquele que somar mais pontos, imagina se alguém ganha as primeiras seis corridas?", questiona o piloto da Brawn GP, a ex-Honda, uma das surpresas nos testes de pré-temporada da categoria, em entrevista à TV Globo.

Barrichello conta ainda que os pontos são importantes em seu salário. "Meu salário é muito menor, é muito pequeno, à base de bônus por pontos. Com o carro do jeito que está, espero fazer muitos pontos no ano. [Com a mudança] o salário continua, tenho de fazer uns pontinhos".

SEM TRAPAÇA

Barrichello fala ainda do bom desempenho do carro da Brawn GP até o momento e garante que não existem truques para ser tão rápido. "Como fiquei tão surpreso [com os bons resultados], fui atrás de saber o que acontecia, me sentiria envergonhado se não repetir o que fizemos nos testes. Não tô querendo tirar o pé, mas acredito, é a melhor chance da minha vida, depois de tanto tempo da Ferrari."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.