Sebastião Moreira/EFE
Sebastião Moreira/EFE

Barrichello não vê motivação para buscar o vice-campeonato

'Como diz meu 'grande amigo' Nelson Piquet, o segundo lugar é o primeiro dos perdedores', diz o brasileiro

Milton Pazzi Jr, estadao.com.br

18 de outubro de 2009 | 17h44

SÃO PAULO - Agora que o título já é do inglês Jenson Button, Rubens Barrichello ainda pode ser vice-campeão da Fórmula 1 - faltando apenas a etapa de Abu Dabi, ele está em terceiro lugar no campeonato, dois pontos atrás do alemão Sebastian Vettel. Mas Rubens Barrichello admitiu não estar motivado para buscar essa conquista.

Veja também:

link Jenson Button supera Rubinho e conquista título da Fórmula 1

somRubens Barrichelo diz que sai de cabeça erguida após o GP do Brasil

mais imagens A vitória de Webber e o título de Button em Interlagos

F-1 2009 - tabela Classificação | especialCalendário

especialESPECIAL - A carreira do campeão Jenson Button

especialESPECIAL - Jogue o Desafio dos Pilotos

blog BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

blog SPF1 - Leia mais no blog do GP do Brasil

"Como diz meu 'grande amigo' Nelson Piquet, o segundo lugar é o primeiro dos perdedores. Não sei dizer se a briga pelo vice vai me motivar", admitiu Rubinho, após terminar o GP do Brasil em oitavo lugar, neste domingo, em Interlagos.

Rubinho, inclusive, descartou a tese de que seja azarado. "Acho que depois de tanta coisa vão dizer que não tenho sorte no Brasil, mas quem fala isso tem de ver o que aconteceu", afirmou o piloto, que largou na pole position no GP do Brasil.

Segundo ele, o problema neste domingo não foi falta de sorte. "O carro perdeu muito rendimento (após o primeiro pit stop), estava pesado e o acerto que tínhamos da sexta-feira não funcionou na corrida, a pista mudou muito. Mas não posso ficar falando do ''se''. Me desculpem pela comparação, mas se minha avó fosse homem, seria meu avô", explicou Rubinho.

Rubinho também contou alguns detalhes da conversa que teve com o agora campeão Button, que é seu companheiro na equipe Brawn GP. "Ele me disse: ''Você me puxou o tempo inteiro, obrigado''. E eu dei parabéns. Foi justa a conquista dele", disse o brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.