Arquivo/AE
Arquivo/AE

Barrichello quer presente de aniversário em Mônaco

Brasileiro completa 37 anos no sábado, quando disputará seu 17.º grande prêmio nas ruas do principado

Livio Oricchio, Enviado Especial - O Estado de S. Paulo

20 de maio de 2009 | 18h15

MONTECARLO - Rubens Barrichello, da Brawn GP, vice-líder do atual Mundial de Fórmula 1, é um dos candidatos com maiores chances de vencer nas ruas de Montecarlo, como gostam de dizer os pilotos. Para isso, ele já tem o discurso pronto do que espera para a corrida de domingo. "Quero me dar o melhor presente de aniversário, a minha primeira vitória do ano", diz.

Veja também:

link Button diz que virou um 'chato' obssevivo com vitórias

tabela F-1: classificação do Mundial

especial Confira o calendário da temporada

especial ESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

Ele completa sábado 37 anos e experiência na pista não lhe falta, pois vai para seu 17.º Grande Prêmio em Mônaco. Seus melhores resultados nas ruas de Montecarlo foram três segundos lugares, em 1997, com a Stewart, 2000 e 2001, na Ferrari.

Depois de se reunir com Ross Brawn e os engenheiros de seu time, Barrichello afirmou ainda com respeito ao ocorrido no GP da Espanha, quando a escuderia, ao trocar a estratégia de Button de três para dois pit stops, teria favorecido o inglês: "Não vi assim. Acredito que eles tentaram ajudar o Button, sim, mas não me prejudicar."

Atualizado às 18h50 para atualização de informação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.