Barrichello supera Hamilton e vence GP da Europa

O brasileiro Rubens Barrichello superou o inglês Lewis Hamilton em uma boa disputa neste domingo e faturou o GP da Europa de Fórmula 1, em Valência, na Espanha. Com este resultado, o piloto da Brawn GP encerrou um jejum de quase cinco anos sem triunfos e, de quebra, conquistou a 100.ª vitória brasileira na categoria.

AE, Agencia Estado

23 de agosto de 2009 | 11h19

Barrichello não subia ao lugar mais alto do pódio desde 2004, quando venceu o GP da China no dia 26 de setembro. Na época, ele ainda era piloto da Ferrari, vivendo à sombra do alemão Michael Schumacher, campeão daquela temporada.

Cinco anos depois, o brasileiro conquistou a sua 10ª vitória na categoria e voltou a entrar na briga pelo título mundial deste ano. Barrichello chegou aos 54 pontos na classificação geral, pulando da quarta colocação para a vice-liderança. Seu companheiro de equipe, o inglês Jenson Button, segue na ponta, com 72 pontos.

Mesmo com um carro mais pesado que os demais pilotos, Barrichello se defendeu bem na largada e manteve a terceira posição. Na 20.ª volta, assumiu a segunda colocação após a primeira parada do finlandês Heikki Kovalainen. Daí em diante, iniciou uma briga particular com Hamilton.

Os dois corredores registravam seguidamente as voltas mais rápidas da prova. O piloto da Brawn GP, porém, andava mais rápido e aos poucos reduzia a diferença para o inglês, que chegou a 4s5 e caiu para apenas 1s5 antes da segunda parada.

O momento decisivo da corrida aconteceu na volta 37. A McLaren vacilou na troca de pneus de Hamilton, que parou antes do previsto, e ajudou Barrichello na corrida. Além disso, o brasileiro contou com um bom trabalho da sua equipe e voltou em primeiro após a sua parada.

Com a liderança assegurada, o brasileiro não precisou fazer maiores esforços para encaminhar a vitória. Hamilton ainda superou o alemão Nico Rosberg nas voltas finais, mas não alcançou o piloto da Brawn e ficou com a segunda posição.

O terceiro lugar ficou com o finlandês Kimi Raikkonen. O piloto da Ferrari fez boa largada ao saltar da sexta para a quarta colocação e surpreendeu com uma boa apresentação de sua Ferrari. Em compensação, seu companheiro de equipe Luca Badoer decepcionou.

O substituto de Felipe Massa rodou duas vezes durante a corrida, perdeu o controle do carro e passou direto em uma das primeiras curvas e, por fim, tocou a linha branca na saída dos boxes, o que pode gerar punição. O italiano já havia levado três multas nos treinos livres de sexta-feira. Assim, não surpreendeu ao ficar somente em 17.º, na penúltima colocação.

A corrida deste domingo ainda foi marcada pelas fracas atuações do alemão Sebastian Vettel, até então terceiro colocado na classificação geral, e de Jenson Button. Vettel voltou a ter problemas no carro e abandonou na volta 23.

O líder do campeonato, por sua vez, fez uma corrida discreta. Caiu da quinta para a oitava posição logo na largada e chegou a ficar em nono. No final, se recuperou, mas não passou da sétima colocação, suficiente para somar dois pontos.

Na turma dos estreantes, o substituto de Nelsinho Piquet, o suíço Romain Grosjean, teve problemas na saída. Perdeu o bico do carro ao tocar em Timo Glock, mas reagiu durante a corrida e terminou em 15.º. Em sua segunda corrida, o espanhol Jaime Alguersuari ficou com o 16.º lugar.

A 12.ª etapa da temporada será disputada já no próximo final de semana, no circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Confira a classificação final do GP da Europa:

1.º - Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP), em 1h35min51s289

2.º - Lewis Hamilton (ING/McLaren), 2s358

3.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 15s994

4.º - Heikki Kovalainen (FIN/McLaren), 20s032

5.º - Nico Rosberg (ALE/Williams), 20s870

6.º - Fernando Alonso (ESP/Renault), 27s744

7.º - Jenson Button (ING/Brawn GP), 34s913

8.º - Robert Kubica (POL/BMW Sauber), 36s667

9.º - Mark Webber (AUS/Red Bull), 44s910

10.º - Adrian Sutil (ALE/Force India), 47s935

11.º - Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber), 48s822

12.º - Giancarlo Fisichella (ITA/Force India), 1min03s614

13.º - Jarno Trulli (ITA/Toyota), 1min04s527

14.º - Timo Glock (ALE/Toyota), 1min26s519

15.º - Romain Grosjean (FRA/Renault), 1min31s774

16.º - Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso), 1 volta

17.º - Luca Badoer (ITA/Ferrari), 1 volta

18.º - Kazuki Nakajima (JAP/Williams), 3 voltas

Não completaram:

Sebastien Bumi (SUI/Toro Rosso), 16 voltas

Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 34 voltas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.