Peters Steffen/EFE
Peters Steffen/EFE

Barrichello vence na Itália e aperta briga pelo Mundial de F-1

Diferença para o líder Button - 2.º na prova - cai para 14 pontos a quatro provas do fim; Raikkonen é o 3.º

Milton Pazzi Jr., estadao.com.br

13 de setembro de 2009 | 10h25

SÃO PAULO - Rubens Barrichello tem grande chance de ser campeão do mundo de Fórmula 1. A vitória no GP da Itália neste domingo fez a diferença para o ainda líder Jenson Button diminuir para 14 pontos (66 a 80) e aumentar a pressão sobre o inglês, com a segunda vitória do brasileiro na temporada faltando quatro provas para terminar o ano.

Veja também:

som PODCAST - Barrichello fala da vitória 

linkBarrichello dedica a vitória aos filhos

linkButton valoriza 2.º e vantagem sobre Vettel

linkPizzonia revela negociação para voltar à F-1 em 2010

linkApesar de resultado ruim, Red Bull ainda fala em título

linkHamilton admite erro no final da corrida em Monza

linkRaikkonen mostra frustração com 3.º lugar

F-1 2009 - tabela Classificação | especialCalendário

especial ESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

blog BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

A 101.ª vitória de um piloto do País marca ainda o domínio do motor Mercedes na temporada, já que dos quatro primeiros, três usam este motor. O título de Construtores também está quase garantido para a Brawn GP, que chegou aos 146 pontos, tem 40,5 de vantagem sobre a Red Bull (que tem 105,5) e segue na ponta.

A estratégia foi fundamental para a equipe inglesa na corrida, com sol intenso e calor. O tanque mais cheio e a parada a menos nos boxes foi fundamental para garantir a ultrapassagem sobre Lewis Hamilton, Adrian Sutil (Force India, novamente num surpreendente quarto lugar no final da prova) e Kimi Raikkonen. Logo na largada, eles já ultrapassaram Heikki Kovalainen e tiveram a paciência para esperar, andando mais rápido do que os adversários.

Nisso tudo, ficou ruim ficou para Hamilton. Na última volta, ao passar sobre uma zebra, ele perdeu o controle de sua McLaren e acabou batendo, tendo de abandonar a prova, quando era terceiro colocado e estava muito próximo de Button. Por causa disso, sequer somou pontos, pois foi o 12.º colocado. Por causa dessa baitda, o pódio surpreendentemente foi completado por Kimi Raikkonen, para a festa da Ferrari e de seus torcedores.

Chamou a atenção ainda a briga por posições entre as Toyotas de Jarno Trulli e Timo Glock, que ficaram lado a lado várias vezes. O italiano chegou se tocar com Kazuki Nakajima, da Williams, e foi parar na brita numa tentativa forçada de ultrapassagem sobre o companheiro de equipe.

A próxima etapa da temporada é o GP de Cingapura, corrida noturna - mas pelo fuso horário segue na manhã no Brasil, daqui duas semanas.

 FÓRMULA 1 2009 - GP DA ITÁLIA

 CLASSIFICAÇÃO FINAL - 53 voltas

1.º - Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP), 1h16min21s706

2.º - Jenson Button (ING/Brawn GP), a 2s866

3.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), a 30s664

4.º - Adrian Sutil (ALE/Force India), a 31s131

5.º - Fernando Alonso (ESP/Renault), a 59s182

6.º - Heikki Kovalainen (FIN/McLaren), a 1min00s693

7.º - Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber), a 1min22s412

8.º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), a 1min25s407

9.º - Giancarlo Fisichella (ITA/Ferrari), a 1min26s856

10.º - Kazuki Nakajima (JAP/Williams), a 2min42s163

11.º - Timo Glock (ALE/Toyota), a 2min43s925

12.º - Lewis Hamilton (ING/McLaren), a 1 volta

13.º - Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso), a  1 volta

14.º - Jarno Tulli (ITA/Toyota), a 1 volta

15.º - Romain Grosjean (FRA/Renault), a 1 volta

16.º - Nico Rosberg (ALE/Williams), a 2 voltas

Não completaram a prova:

Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India), quebra, volta 23

Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso), abandono, volta 20

Robert Kubica (POL/BMW Sauber), abandono, volta 17

Mark Webber (AUS/Red Bull), acidente, volta 1

Volta mais rápida: Adrian Sutil (ALE/Force India), 1min24s739, na volta 36

Atualizado às 10h55 para acréscimo de informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.