Yuri Kochetov/EFE
Yuri Kochetov/EFE

Bottas fecha treinos livres da F-1 na Rússia na frente em nova dobradinha da Mercedes

Acostumado a andar bem em Sochi, finlandês não deu chances para Hamilton e garantiu o status de piloto mais rápido do primeiro dia de preparação para a 15ª etapa da temporada

Redação, Estadão Conteúdo

24 de setembro de 2021 | 11h44

Com bom histórico em Sochi, o finlandês Valtteri Bottas comprovou a sua boa fase e fechou a sexta-feira como o mais rápido do dia após as duas sessões de treinos livres para o GP da Rússia, a 15.ª etapa da temporada 2021 da Fórmula 1. O piloto da Mercedes virou 1min33s593 em sua volta mais rápida, realizada com pneus macios, e foi 0s044 (1min33s637) mais rápido que o inglês Lewis Hamilton, seu colega de equipe, em mais uma dobradinha da Mercedes.

Quem também se destacou nesta segunda sessão de treinos livres foi Pierre Gasly, com a AlphaTauri, que garantiu o terceiro lugar. No fim da sessão, o francês teve a asa dianteira quebrada depois de passar por uma zebra do circuito de Sochi, mas fechou o dia com o tempo de 1min33s845. O inglês Lando Norris também foi bem e colocou a McLaren em quarto lugar, à frente de outro destaque: o francês Esteban Ocon, quinto com a Alpine.

O holandês Max Verstappen, que vai de motor novo na Red Bull para a sequência do final de semana e largará do fim do grid no domingo, foi apenas o sexto colocado. O líder do Mundial de Pilotos finalizou a sessão à frente da Ferrari do espanhol Carlos Sainz Jr., o sétimo, enquanto que o também espanhol Fernando Alonso, com a outra Alpine, foi o oitavo. O alemão Sebastian Vettel colocou a Aston Martin em nono lugar e o monegasco Charles Leclerc, com a Ferrari, fechou a relação dos 10 primeiros.

Antes mesmo dos trabalhos para o segundo treino livre, a McLaren encontrou um problema no motor do carro do australiano Daniel Ricciardo, vencedor do GP da Itália. A equipe fez a troca, mas instalou uma unidade motriz já usada. Desta forma, não cabe punição. O treino chegou a ser interrompido com bandeira vermelha quando o italiano Antonio Giovinazzi escapou de traseira e acertou o carro da Alfa Romeo na barreira de proteção da curva 9. Restavam, naquele momento, 24 minutos para o desfecho da atividade.

A programação para a sequência do final de semana prevê neste sábado a terceira sessão de treinos livres para 6 horas (de Brasília), enquanto o treino oficial de classificação está marcado para 9 horas. Entretanto, em razão da previsão de muita chuva, há grandes possibilidades de mudança no cronograma, com chances inclusive de a definição do grid de largada passar para domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.