Luca Bruno / AP
Luca Bruno / AP

Bottas pede desculpas a Grosjean após batida em treino livre em Abu Dabi

Francês ficou indignado com erro do colega, mas aceitou pedido de desculpas posteriormente

Redação, Estadão Conteúdo

29 de novembro de 2019 | 16h31

Destaque dos primeiros treinos do GP de Abu Dabi de Fórmula 1, o finlandês Valtteri Bottas pediu desculpas ao francês Romain Grosjean por conta da batida envolvendo os dois carros no segundo treino livre, nesta sexta-feira, no Circuito de Yas Marina, na capital dos Emirados Árabes Unidos.

Os dois se chocaram na curva 11, quando Bottas avançava por dentro enquanto Grosjean pilotava pelo lado de fora. Ambos os carros ficaram consideravelmente danificados, mas os pilotos não tiveram qualquer ferimento. Pela manobra errada, o piloto da Mercedes recebeu uma advertência dos comissários.

"Eu acho que ele realmente não me viu vindo por dentro. Então, peço desculpas, mas não havia espaço para eu 'desaparecer' naquele trecho. Eu peguei o lado de dentro para fazer a ultrapassagem e foi isso que aconteceu", lamentou Bottas, o piloto mais rápido nos dois treinos livres do dia.

Com a batida, a bandeira vermelha foi acionada e o treino livre ficou interrompido por alguns minutos. A atividade seguiu normalmente com pouco mais de 10 minutos restantes no cronômetro, dando pouco tempo de pista aos outros pilotos.

"Sinceramente, eu pensei que ele me viu porque ele estava cobrindo a linha [do traçado]. Imaginei que ele estava ciente de que eu vinha logo atrás. Eu não pensei que ele não olharia pelo retrovisor antes de entrar na curva. Aí vi a distância entre os carros diminuindo e não deu para evitar", declarou o finlandês.

Grosjean ficou indignado com a manobra do rival logo após ter boa parte do assoalho de sua Haas danificado. Mas aceitou o pedido de desculpas de Bottas. "Ele cometeu um erro. Ele até me ofereceu um dos assoalhos da sua equipe, mas decidimos ficar com o que já temos", comentou o francês.

Os pilotos voltarão a acelerar em Abu Dabi neste sábado com o terceiro treino livre às 7 horas (de Brasília). A sessão de classificação começará às 10 horas (de Brasília). A largada para a corrida será às 10h10 do domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.