Diego Azubel/EFE
Diego Azubel/EFE

Bottas promete ajudar Hamilton, mas ainda acredita em título na F-1

Finlandês tem 212 pontos, estando 23 atrás de Vettel e a 51 do seu companheiro de equipe

Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2017 | 16h22

O finlandês Valtteri Bottas admitiu nesta quinta-feira que poderá ajudar o inglês Lewis Hamilton, seu companheiro de Mercedes, na briga pelo título do Mundial de Pilotos da Fórmula 1. Mas avisou que ainda tem esperanças de entrar na luta pelo troféu da temporada, faltando ainda seis etapas para o fim do campeonato.

+ Vettel evita lamentar acidente em Cingapura e nega pressão para alcançar Hamilton

"A primeira prioridade da equipe é vencer o Mundial de Construtores. Estamos bem, embora ainda não esteja nada certo, como muitos pensam. E a meta número dois é o título do Mundial de Pilotos. Lewis tem mais chances em comparação a mim. Então entendo que haverá situações onde o time e ele vão precisar de ajuda e eu vou aceitar isso", disse Bottas, nesta quinta-feira, às vésperas do GP da Malásia.

"Este é o nome do jogo. Sei das ambições da equipe, mas não é como se eu iniciasse este fim de semana pensando em ir para a pista somente para ajudar Lewis. Eu quero vencer e deixo isso muito claro. Ainda tenho a permissão para brigar por vitórias, se tiver ritmo para tanto", declarou o finlandês.

Com duas vitórias em sua primeira temporada pela Mercedes, Bottas ocupa no momento a terceira colocação do campeonato. Tem ainda chances matemáticas de chegar ao título. Ele soma 212 pontos, contra 235 do alemão Sebastian Vettel e 263 de Hamilton, que se colocou na posição de favorito ao vencer a última corrida, em Cingapura.

Tudo o que sabemos sobre:
VelocidadeValtteri Bottas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.