Srdjan Suki/Efe
Srdjan Suki/Efe

Brasil tem dois pilotos com ambições bem diferentes na Fórmula 1

Felipe Massa sonha com pódiose o novato Nasr almeja pontuar

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

12 Março 2015 | 20h00

O fã brasileiro de Fórmula 1 terá neste ano dois representantes em situações diferentes para torcer. Nas duas últimas temporadas, o País teve apenas Felipe Massa na disputa e agora, além de aguardar as boas chances de pódio do piloto da Williams, torce pelo estreante Felipe Nasr conseguir pontuar com a Sauber.

O veterano Massa inicia a 13ª temporada na categoria motivado pelos dois últimos resultados de 2014. Foram pódios no Brasil e Abu Dabi. O primeiro ano na Williams terminou muito bem e a continuidade na equipe lhe deixa muito otimista para disputar novamente as primeiras posições e até quem sabe repetir o feito da Áustria, quando foi o pole position.

A boa estrutura da equipe valeu até mesmo como escola para Felipe Nasr. Ex-piloto de testes da Williams, o brasiliense de 22 anos teve a chance de adquirir experiência e aprender com o xará mais velho. "Espero que a torcida o apoie e entenda que ele estará dando todo o sangue para fazer o melhor", explicou Massa ao Estado.


Nasr sabe da expectativa que carrega por representar o terceiro País que mais tem vitórias na Fórmula 1. Terceiro colocado na GP2 em 2014, com quatro vitórias, fez ainda uma boa pré-temporada e chegou a ser o mais rápido em um dos dias de testes realizados em Barcelona, na Espanha.

A Fórmula 1, por vezes, também é cruel com quem é novato. É preciso demonstrar rapidamente talento, mesmo que o carro não seja tão bom. A Sauber precisa reagir em 2015 e se reformulou para isso ao trocar a dupla de pilotos depois de não pontuar no ano passado. Ciente das dificuldades, Nasr prefere não traçar metas. "Temos condições de ter um bom desempenho, apesar de ter vivido um 2014 bem difícil", disse ao Estado logo após ser anunciado pela equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.