Brasileiros têm dia difícil no rali

Os brasileiros tiveram um dia difícil no Rali Paris-Dacar. O deserto da Mauritânia, por onde a caravana passou nesta sexta-feira, eliminou as possibilidades de conquista do título na categoria caminhão para André Azevedo e também acarretou problemas para Klever Kolberg e Lourival Roldan, nos carros, e Jean Azevedo, nas motos.O caminhão de André Azevedo, e seus companheiros checos Tomas Tomecek e Mira Martinek, teve a tração dianteira quebrada por uma duna. O problema no veículo fez com que eles, que estavam liderando a etapa e eram vices-líderes da classificação geral, perdessem cerca de sete horas para voltar à disputa. Mesmo assim, ficaram sem chances de conquistar o título da categoria."Faltava só mais um degrau", lamentou André Azevedo. A sua preocupação passou a ser resolver o problema o mais rápido possível para chegar a Nouakchott até às 22h29 (horário de Brasília) para não ser desclassificado. Até às 20h30 eles não haviam terminado o trecho de 579 Km cronometrados entre Tidjikja e Nouakchott. "Mas vamos terminar o serviço e seguir em frente."Já Kolberg e Roldan conseguiram terminar a etapa em 25º lugar, apesar dos problemas com a embreagem do Mitsubishi Pajero Full. Assim, eles caíram uma posição na classificação geral dos carros: estão agora em 11º lugar. Jean Azevedo, nas motos, acabou perdendo todos os parafusos da coroa da roda traseira e precisou ser ajudado pelos adversários para completar a etapa."A coroa perdeu os seis parafusos nas dunas ardentes da Mauritânia e parei cada piloto que passava para pedir um. Alguns deram e outros não", contou Jean, que ficou em 25º lugar na etapa e permaneceu em 14º na classificação geral. "No final consegui cinco parafusos e fui adiante." Neste sábado, os competidores partirão para a penúltima etapa da rali, que os levará ao Senegal. No total, serão 192 km de trecho cronometrado entre as cidades de Nouakchott e Dacar.

Agencia Estado,

16 de janeiro de 2004 | 20h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.