Choi Jae-goo/Yonhap - Reuters
Choi Jae-goo/Yonhap - Reuters

Brasileiros têm primeiro dia discreto na Coreia do Sul

Barrichello terminou em décimo lugar na 1.ª sessão e Massa ficou em sexto na tomada seguinte

AE, Agência Estado

22 de outubro de 2010 | 08h43

A sexta-feira não foi das melhores para os brasileiros nos dois primeiros treinos livres para o Grande Prêmio da Coreia do Sul de Fórmula 1. O melhor colocado foi Felipe Massa, que ficou em sexto na segunda tomada. Rubens Barrichello teve como melhor resultado o décimo lugar na primeira sessão e Bruno Senna foi penúltimo e último, respectivamente.

Massa disse, no final do dia em Yeongam, que teve problemas de desgaste com os pneus de sua Ferrari e que demorou para achar o acerto ideal. "Lutei um pouco para encontrar um bom set-up, especialmente nos pneus, que estavam se deteriorando rapidamente. Também tentei usar o carro com menos asa na manhã", contou o ferrarista, que derrapou algumas vezes devido à pista suja.

Barrichello, por sua vez, considerou apenas "razoável" o seu dia na Coreia do Sul. "Começamos a correr com o tanque bastante cheio pela manhã, por isso não acho que os tempos possam ser significativos", disse o piloto da Williams.

Quem mais teve problemas, para variar, foi Bruno Senna, que sofreu com uma quebra de suspensão de sua HRT no primeiro treino livre. "Não foi um primeiro dia muito efetivo aqui. Pela manhã, tivemos uma falha técnica e tive que parar o carro antes do tempo. Algumas peças tiveram de ser mudadas e por isso só pude fazer uma volta rápida à tarde", contou.

O outro brasileiro da Fórmula 1, Lucas Di Grassi, foi mais uma vez substituído na equipe Virgin pelo belga Jerome D"Ambrósio. Ele deve reassumir o cockpit no terceiro treino livre, marcado para a meia-noite desta sexta para sábado (pelo horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.