Felix Heyder/EFE
Felix Heyder/EFE

Brawn já pensa em manter Barrichello e Button para 2010

Escuderia inglesa está satisfeita com o trabalho dos pilotos na atual temporada e deve renovar contratos

25 de agosto de 2009 | 13h44

SÃO PAULO - Após a vitória de Rubens Barrichello no GP da Europa, disputado em Valência (Espanha) no último domingo, o dono da Brawn GP, Ross Brawn, afirmou que não vê nenhum motivo para trocar a atual dupla de pilotos da equipe para a temporada 2010. A intenção é manter o brasileiro ao lado do inglês Jenson Button na escuderia.

Veja também:

tabela F-1: classificação do Mundial

mais imagens GALERIA DE FOTOS - Imagens da corrida

especial ESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

forum BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

"Os dois estão fazendo um trabalho excelente. Depois de Spa (o GP da Bélgica será neste domingo) começaremos a ver esta questão da renovação de contrato", declarou em entrevista ao site Autosport.

No entanto, Ross Brawn deixou claro que algumas coisas ainda precisam ser resolvidas no time. "Precisamos de alguns acertos antes de falar sobre pilotos. Tem a questão do lado comercial, que espero que se desenvolva agora", declarou.

Segundo Nick Fry, dirigente da Brawn GP, neste momento não é cogitada a troca de Barrichello por um piloto mais novo, que ainda teria mais tempo de Fórmula 1.

"Sempre temos que pensar no futuro, mas com Jenson e Rubens tenho certeza de que teremos muito sucesso", declarou. Faltando seis corridas para o término da temporada 2009, o inglês lidera o campeonato, com 72 pontos, contra 54 do brasileiro, que está na vice-liderança.

PATROCÍNIO

A Brawn GP ainda corre atrás de novos patrocinadores para o ano que vem, pois o grupo Virgin já anunciou que deixará a escuderia no fim de 2009.

No entanto, Nick Fry diz não estar preocupado com esta situação. "A preocupação é zero para os próximos três anos. Temos dinheiro, nem eu nem o Ross montaríamos uma equipe se não tivéssemos a verba necessária", destacou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.