Antonio Calanni/AP - 22/05/2009
Antonio Calanni/AP - 22/05/2009

Briatore ameaça processar a FIA por danos financeiros

'Perdi os contratos que tinha com Alonso, com Kovalainen, e com vários outros pilotos', diz o italiano

AE, Agencia Estado

18 de janeiro de 2010 | 12h31

O italiano Flavio Briatore, ex-chefe de equipe da Renault na Fórmula 1, afirmou nesta segunda-feira que pretende processar a FIA por prejuízos financeiros causados a ele.

A entidade máxima do automobilismo baniu o dirigente para sempre de suas competições, impedindo seu trabalho até mesmo como empresário de pilotos.

"Perdi os contratos que tinha com Alonso, com Kovalainen, e com vários outros pilotos. Vou processar a FIA por danos financeiros", disse Briatore em entrevista ao jornal The Telegraph.

Briatore foi banido pela FIA por ter sido considerado culpado no caso do acidente proposital de Nelsinho Piquet, ocorrido no GP de Cingapura de 2008.

No início do mês, entretanto, ele foi inocentado pela justiça francesa, e teve sua suspensão retirada oficialmente.

Apesar de não estar mais banido das competições, o italiano descartou ter planos de retomar a carreira na Fórmula 1.

"Jamais serei chefe de outra equipe, com certeza. Mas pelo menos consegui recuperar minha dignidade", afirmou ao jornal inglês The Mirror.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Flavio BriatoreFIARenault

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.