Briga por Newey deve acabar na Justiça

A briga entre Jaguar e McLaren por causa do projetista Adrian Newey deve mesmo acabar na Justiça. Niki Lauda, diretor do time da Ford, confirmou esta disposição, em entrevista que concedeu ao jornal alemão ?Bild am Sonntag?, publicada neste domingo. "A McLaren renovou unilateralmente o contrato de Newey, mesmo sabendo que ele havia assinado conosco??, protestou Lauda, para justificar a intenção da sua equipe em recorrer à Justiça inglesa.Embora não tenha dado detalhes de como fundamentará a ação, Niki Lauda revelou que deverá tomar "medidas legais?? com o objetivo de impedir que Newey continue trabalhando na McLaren. "A atitude deles (a McLaren) foi uma desfaçatez??, afirmou o ex-piloto.A disputa entre as equipes por Newey tornou-se pública no início da semana passada e, na sexta-feira pela manhã, a Jaguar anunciou a contratação do projetista, a partir de agosto de 2002, por cinco anos, com salários de R$ 6 milhões por temporada. À tarde, porém, a McLaren contra-atacou e, após longa conversa com o projetista, convenceu-o a desistir de mudar de time."O problema é que nós temos um contrato em que Newey se comprometeu a trabalhar para a Jaguar. Conversamos por seis meses. Houve uma ruptura e iremos buscar nossos direitos??, disse Bobby Rahal, o diretor da Jaguar que negociou diretamente com o projetista, confirmando a disposição de ir à Justiça.

Agencia Estado,

03 de junho de 2001 | 17h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.