Bruno Senna abandona prova após atropelar um cachorro

O brasileiro Bruno Senna, sobrinho dotricampeão mundial de Fórmula 1 Ayrton Senna, abandonou acorrida da GP2, prova que antecedeu a Fórmula 1, no GP daTurquia, neste domingo, após atropelar um cachorro que entroucorrendo na pista. O safety car foi utilizado depois que dois cachorrosapareceram no circuito durante a corrida, que foi disputadatrês horas antes do GP da Turquia de F1. Senna, de 24 anos e que dividia a liderança do campeonatoantes deste final de semana, atropelou um dos cães. O impactoquebrou a suspensão direita de seu carro. O outro cachorro escapou por um portão de saída. O brasileiro, que fazia uma corrida de recuperação e estavaem sexto após ter largado em 15o, deixou transparecer todaraiva que estava sentindo quando retornou ao box. Animais têm sido uma ameaça aos pilotos das corridas deveículos ao longo dos anos. Durante o GP do Canadá de Fórmula 1 do ano passado, obritânico Anthony Davidson atropelou uma marmota. Ele ocupava aterceira colocação atrás do safety car e conduzia a Super Aguripara conquistar seus primeiros pontos. A equipe dele se retirouda F1 na semana passada. (Reportagem de Alan Baldwin)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.