Bruno Senna atropela cachorro durante corrida da GP2

Após susto, brasileiro é obrigado a abandonar segunda etapa na Turquia e cai para sexto no campeonato

Redação

11 de maio de 2008 | 09h35

Uma pequena tragédia acabou com corrida de Bruno Senna, neste domingo, em Istambul. O brasileiro atropelou um cachorro que atravessou a pista e abandonou a segunda corrida da GP2 em 2008. A violência do impacto provocou a quebra da suspensão dianteira direita do carro da iSport. Em seguida, a presença de um segundo animal solto no circuito levou a direção de prova a determinar a entrada do safety car. O francês Romain Grosjean se tornou o quarto vencedor da quarta equipe diferente em 2008.   Segundo Senna, o acidente poderia ter sido mais grave. "Aquele é um trecho de reta, mas em subida. O cão estava no início da descida. Quando o vi, já estava em cima e não pude fazer mais nada. Mas ainda consigo vê-lo direitinho em minha cabeça: era branquinho, com manchas pretas e rabinho curto. É lamentável que isso tenha acontecido", lamentou o brasileiro, que estava a mais de 260 Km/h no momento da batida.   "A parte dianteira do carro ficou destruída e fiquei sem freios. Felizmente, consegui manter a linha reta e voltar para os boxes. Mas fico só pensando nas conseqüências piores para mim se tivesse acertado o cachorro com o bico do carro", desabafou. O cachorro morreu na hora.   Com o abandono, Senna caiu para sexta posição no campeonato, com os mesmos 11 pontos de antes da sua chegada a Istambul, quando era líder ao lado do português Álvaro Parente. Quem lidera o certame é o italiano Giorgio Pantano, com 24 pontos.   "Perdi pelo menos um ponto certo, e qualquer ponto conta num campeonato equilibrado como o da GP2. Espero, pelo menos, que tudo que poderia dar errado nesta temporada tenha ficado por aqui", completou Bruno.   Dos outros dois brasileiros da GP2, Alberto Valério terminou a segunda prova em sétimo e Diego Nunes em décimo.   GRAVES CONSEQÜÊNCIACristiano da Matta sabe bem o é que acertar um animal na pista. Em 2006, durante um treino no autódromo norte-americano de Elkhart Lake (EUA), o brasileiro atropelou um alce, o que provocou um grave acidente, que quase lhe tirou a vida. O piloto ainda tenta voltar às pistas.   Resultado da prova:1.º - Romain Grosjean (França), ART GP, 23voltas em 41min53s3772.º - Vitaly Petrov (Rússia), Campos Team, a 8s0193.º - Sébastien Buemi (Suíça), Arden, a 8s4474.º - Giorgio Pantano (Itália), Racing Engineering, a 9s8975.º - Mike Conway (Inglaterra), Trident, a 11s5086.º - Ben Hanley (Inglaterra), Campos Team, a 12s8477.º - Alberto Valério (Brasil), Durango, a 14s1508.º - Álvaro Parente (Portugal), SuperNova, a 16s3299.º - Kamui Kobayashi (Japão), DAMS, a 17s53310.º - Diego Nunes (Brasil), DPR, a 24s392   Classificação do campeonato: 1.º - Giorgio Pantano, 24; 2.º - Romain Grosjean, 19; 3.º - Sébastien Buemi, 14; 4.º - Andreas Zuber, 13; 5.º - Vitaly Petrov, 12; 6.º - Bruno Senna e Álvaro Parente, 11;

Tudo o que sabemos sobre:
GP2Bruno Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.