Patrick Stollarz/AFP
Patrick Stollarz/AFP

Bruno Senna lamenta 17.ª posição, mas exalta carro

Brasileiro culpa toque e perda de tempo no início da prova por resultado ruim

AE, Agência Estado

22 de julho de 2012 | 16h19

HOCKENHEIM - O brasileiro Bruno Senna não escondeu o desapontamento com o resultado do GP da Alemanha de Fórmula 1, disputado neste domingo e que teve Fernando Alonso como vencedor. Após terminar em 17.º, o piloto da Williams lamentou o fato de não ter pontuado, mas garantiu que o desempenho de seu carro foi animador, principalmente se comparado ao que teve no treino de classificação, quando sofreu muito com a chuva.

"Tive um desempenho mais forte do que o resultado mostra, então é desapontador terminar onde terminamos. Foi falta de sorte porque eu perdi quase um minuto na primeira volta depois de ter levado um toque, o que me colocou de volta lá atrás. Aí ficou difícil voltar a brigar com o pelotão", apontou.

No último sábado, Bruno Senna havia dito que estava "frustradíssimo" com o desempenho de sua Williams. Após a prova deste domingo, no entanto, a reação do piloto foi completamente diferente. "Nós temos um bom ajuste no carro e se eu conseguir uma classificação melhor no grid da próxima vez teremos boas chances de pontuar na Hungria", afirmou, já planejando a prova que acontecerá no próximo domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da AlemanhaBruno Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.