Victor Caivano/AP
Victor Caivano/AP

Bruno Senna minimiza previsão de chuva e mira pontos

Com apenas um treino, o piloto da Williams aproveitou para avaliar o comportamento dos pneus no calor de Interlagos

FELIPE ROSA MENDES, Agência Estado

23 de novembro de 2012 | 18h22

SÃO PAULO - Confiante, após seu realizar seu único treino do dia em Interlagos, Bruno Senna minimizou nesta sexta-feira a previsão de chuva para a sessão de classificação deste sábado e para a corrida de domingo. O piloto brasileiro da Williams também projetou somar pontos no GP do Brasil, que encerra a temporada da Fórmula 1.

"Acho que, no seco ou no molhado, vamos estar competitivos. Só precisamos trabalhar e decidir qual será o melhor acerto", comentou o brasileiro, que espera na prova ir melhor do que o 13º tempo conquistado no segundo treino livre desta sexta-feira. "Nosso carro é rápido em corrida e sabemos que vamos conseguir fazer melhor do que isso."

Como de costume, Bruno Senna ficou de fora da primeira sessão da sexta-feira. Ele deu lugar ao piloto reserva da Williams, o finlandês Valtteri Bottas. Com apenas um treino, o brasileiro aproveitou seu tempo para avaliar o comportamento dos pneus no calor de Interlagos. "Deu para ver como os pneus estão se desgastando", declarou. Ele, porém, admitiu que o tempo deve sofrer uma virada no fim de semana. "Acho que vai chover na corrida, mas na classificação ainda é uma loteria."

Independente das condições climáticas, Bruno Senna espera ter um domingo "especial", com resultado melhor do que teve no passado. "O domingo vai ser especial. Tive duas corridas no Brasil até hoje (conseguiu um 21º e um 17º lugares). No ano passado, fiz uma boa classificação. Mas o câmbio acabou quebrando na corrida. Mas, se der, vamos fazer pontos aqui no Brasil para terminar o campeonato com uma boa notícia", avisou.

Ainda sem saber se continuará na Fórmula 1 no próximo ano, o brasileiro torce por um bom resultado no domingo, na expectativa de mostrar serviço e garantir uma vaga no grid de 2013. "O futuro ainda está indefinido", lembrou Bruno Senna.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP do BrasilBruno Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.