Bruno Senna minimiza problemas e diz se divertir

Bruno Senna não conseguiu participar da segunda sessão de treinos livres desta sexta-feira para o GP da Austrália, mas mesmo assim manteve um discurso otimista e disse estar se divertindo na sua temporada de estreia na Fórmula 1. O piloto brasileiro avaliou que o treino foi importante para desenvolver o carro da Hispania.

AE, Agência Estado

26 de março de 2010 | 13h17

"A sessão da manhã foi normal para nós, mas também serviu como uma sessão de testes. Nós adicionamos uma quantidade significativa de quilometragem e, portanto, em nosso entendimento do carro", afirmou Senna, que deu 24 voltas no primeiro treino e foi mais rápido que o indiano Karun Chandhok, também da Hispania, e o alemão Timo Glock, da Virgin.

O piloto brasileiro ressaltou que a Hispania ainda precisa melhorar muito para ser competitiva. "O foco foi sobre a realização de testes de aerodinâmica, mas também destacou que é preciso melhorar a parte mecânica, como o carro se comporta na pista. Tudo somado, foi um bom passo em frente para o carro e para a equipe. No geral foi um sucesso e estou me divertindo", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da AustráliaBruno Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.