Bruno Senna perde sua vaga na Williams para Bottas

A Williams anunciou nesta quarta-feira, por meio de nota em seu site oficial, que Valtteri Bottas irá substituir Bruno Senna na temporada de 2013 da Fórmula 1. Reserva na equipe em 2012, o finlandês assumirá a condição de titular e formará dupla com o venezuelano Pastor Maldonado, que também teve a sua renovação de contrato confirmada pela escuderia inglesa.

AE, Agência Estado

28 de novembro de 2012 | 10h05

Bottas vinha participando com frequência dos treinos livres para as corridas desta temporada e atuava como piloto de testes da Williams desde 2010. Campeão da GP3 em 2011, ele terá a sua primeira chance de disputar um Mundial de F1.

Na última terça-feira, durante evento de um de seus patrocinadores em São Paulo, o próprio Bruno Senna havia admitido que estava articulando um "plano B" para a próxima temporada, pois já esperava há tempos pela sua possível demissão. "Desde o início do calendário, aceitei o fato de que teria de compartilhar o carro com o Bottas em 15 sextas-feiras como parte de sua preparação a uma possível estreia em 2013", explicou o piloto, por meio de sua assessoria, nesta quarta-feira.

Desta forma, o brasileiro terá de encontrar um nova equipe para pilotar na Fórmula 1, depois de ter estreado na categoria em 2010, pela Hispania, antes de disputar as oito últimas provas de 2011 pela Lotus Renault e se transferir em janeiro para a Williams.

Com 31 pontos, o brasileiro terminou o último Mundial de F1 na 16.ª posição, logo atrás de Maldonado, que contabilizou 45 e nesta quarta-feira festejou a renovação de seu contrato com a Williams. "Estou gostando de meu período na Williams e estou, obviamente, muito feliz quando fui informado de que continuaria com a equipe em 2013. 2012 foi memorável para mim, com a vitória em Barcelona, e demos um grande passo à frente em termos de desempenho. Tenho muita confiança na equipe e espero que, no próximo ano, estejamos mais à frente no grid", disse o venezuelano.

Bottas, de apenas 21 anos, comemorou o fato de que terá a sua primeira chance como titular de uma equipe da Fórmula 1 em 2013. "Este sempre foi meu sonho: competir na F1. Fazer isso em uma das equipes mais lendárias do esporte é incrivelmente especial. Gostei de meus três anos com a Williams até agora e me sinto em casa, então minha meta era ficar em 2013 e evoluir para a vaga de corrida. Estou ansioso para começar com minha carreira na F1 e quero ter sucesso com a Williams", enfatizou.

Já o fundador e chefe da equipe inglesa, Frank Williams, exaltou o bom desempenho de Maldonado em 2012 e exibiu entusiasmo com Bottas, assim como agradeceu Bruno Senna pelos serviços prestados à escuderia. "Em Pastor e Valtteri, temos dois dos mais empolgantes talentos do automobilismo e estou especialmente empolgado com o que o ano de 2013 pode gerar para a Williams. Pastor sempre mostrou um ritmo notável e, neste ano, o vimos amadurecer como piloto. Valtteri é simplesmente um dos pilotos jovens mais talentosos com que já cruzei e espero ótimas coisas dele no futuro. Gostaria também de agradecer a Bruno Senna por seu trabalho duro no último ano e desejo boa sorte para ele", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1WilliamsBruno Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.