Srdjan Suki/EFE
Srdjan Suki/EFE

Bruno Senna se diz animado após ficar em 17.º no treino

Depois de sair da pista na primeira sessão, brasileiro comemora recuperação

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2011 | 14h21

SPA - Dono do modesto 17.º melhor tempo do dia nos primeiros treinos livres do GP da Bélgica, realizados nesta sexta-feira no circuito de Spa-Francorchamps, Bruno Senna celebrou seu retorno à Fórmula 1 e deixou em segundo plano o fato de que ainda está longe de poder brigar por uma posição de destaque na prova deste domingo. O brasileiro revelou estar "animado" com a possibilidade de melhorar o seu desempenho na sessão classificatória deste sábado.

No primeiro treino desta sexta, Bruno Senna deu apenas sete voltas antes de escorregar na pista molhada e bater a traseira do seu carro. Já na segunda sessão, o brasileiro chegou a liderar por alguns minutos, antes de ser superado inicialmente por Sebastian Vettel e depois por vários outros pilotos.

"Obviamente foi decepcionante a minha primeira sessão de treinos ser interrompida quando eu escorreguei para fora da pista, mas eu fiquei muito feliz por ter conseguido andar um bom tempo com pista seca nesta tarde (no horário local). Apesar das condições difíceis, foi muito mais produtiva a segunda sessão", analisou.

Em seguida, o brasileiro destacou que os treinos desta sexta foram importantes para a Renault testar ajustes no carro, enquanto ele luta para recuperar o tempo perdido em relação aos demais, pois acaba de ser escalado para substituir Nick Heidfeld. Insatisfeito com o desempenho do alemão na temporada, a escuderia resolveu substituir o piloto por Bruno Senna.

Escalado inicialmente para as duas próximas provas, na Bélgica e na Itália, o brasileiro tem grande chance de seguir como piloto titular no restante da temporada. Indignado com a sua situação, Heidfeld disse que irá acionar a Justiça para retomar o seu posto na Renault.

"Consegui aproveitar a pista seca, e isso foi crucial para a nossa compreensão do carro. Além disso, também conseguimos trabalhar em ensaios de pit stop e largada... E uma coisa é certa: estou realmente animado para voltar ao carro amanhã (sábado)", acrescentou.

BARRICHELLO - Se Bruno Senna se mostrou animado com a chance de evoluir no treino de classificação e na corrida deste domingo, Rubens Barrichello segue penando para conseguir finalmente engrenar com a Williams. Após os treinos desta sexta-feira, o brasileiro revelou ter sofrido com problemas no Kers do seu carro.

"Foi bom voltar ao carro depois de um longo tempo. O único problema que eu tive hoje (sexta) foi que o Kers não funcionou no treino da tarde. Fora isso, foi um dia bastante simples de trabalho no desenvolvimento das nossas peças", analisou Rubinho, que ficou apenas com o 16.º melhor tempo do dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.