Bruno Senna torce contra chuva na corrida em Xangai

Os meteorologistas avisam que é grande a possibilidade de chuva durante a disputa do GP da China de Fórmula 1, que acontece neste domingo, a partir das 4 horas (horário de Brasília). Mas o piloto brasileiro Bruno Senna, apenas o 23º colocado no grid de largada, torce para que a corrida em Xangai seja com pista seca.

AE, Agência Estado

17 de abril de 2010 | 12h58

"Se chover, a diferença das outras equipes para a nossa aumentará, principalmente com pneus intermediários. A temperatura também não está favorável, mas teremos de fazer o que for possível", afirmou Bruno Senna, admitindo que a pista molhada poderá agravar os efeitos da pouca pressão aerodinâmica de seu carro.

Sobre a sessão de classificação realizada neste sábado, Bruno Senna lamentou o seu resultado (1min40s469), pior do que tinha feito no treino livre (1min40s316). "Fiquei um pouco irritado, porque fazer uma volta pior do que no treino livre não me deixou satisfeito", explicou o piloto brasileiro da equipe Hispania.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da ChinaBruno Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.