Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Burti convence médico e recebe alta

O piloto Luciano Burti (Prost) antecipou sua saída do Hospital Universitário de Liége, na Bélgica, onde estava internado desde o dia 2 de setembro, após sofrer um dos mais graves acidentes da temporada, quando bateu a 220 km/h contra uma barreira de pneus. O brasileiro deveria receber alta apenas nesta terça ou quarta-feira, mas conseguiu convencer os médicos de que estava bem.Os médicos decidiram liberar o brasileiro mais cedo porque ele garantiu que se sente 100% recuperado. ?Luciano me perguntou pessoalmente se poderia deixar o hospital o quanto antes, pois dizia que já sentia pronto para ir. Eu disse, como médico e amigo: você pode sair neste minuto. Então, a primeira coisa que ele fez foi arrumar suas coisas e voar imediatamente para Mônaco?, explicou o médico Gary Hartstein, chefe da equipe que cuidou do piloto.Burti evitou fazer qualquer previsão de retorno às pistas. ?Uma das primeiras coisas que fiz depois que deixei o hospital foi falar com a minha família e meus amigos e comunicar a eles que não me sinto pronto para voltar às pistas. Ainda! E lhes informei que eu serei a única pessoa no mundo que saberá dizer quando eu devo voltar a pilotar um carro de F1. Eles entenderam perfeitamente e respeitaram minha decisão?, acrescentou o piloto. Para o GP de Monza, neste próximo final de semana, a Prost já escalou o checo Tomas Enge.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.