Button admite ter poucas chances de lutar pelo título

O inglês Jenson Button admitiu que tem poucas chances de brigar pelo bicampeonato da Fórmula 1, neste domingo, depois de terminar o GP da Coreia do Sul na 12.ª colocação. No quinto lugar geral, o piloto da McLaren está 42 pontos atrás do líder Fernando Alonso, da Ferrari.

AE, Agência Estado

24 de outubro de 2010 | 12h21

Veja também:

link Sorte brilha para Alonso e espanhol vence na Coreia do Sul

Como cada vitória vale 25 pontos no novo sistema de pontos da F-1, Button precisaria vencer as duas últimas corridas da temporada e ainda torcer para que seus quatro rivais não somem pontos no Brasil e em Abu Dabi.

"Se os outros pilotos não tiverem problemas, o meu campeonato está acabado. Mas você não ganha títulos recuando e dizendo ''eu não posso mais ganhar isso''. Você tem que se manter na briga. O que aconteceu com os carros da Red Bull aqui prova que tudo pode mudar facilmente", afirmou Button, campeão em 2009.

Questionado se ajudaria seu companheiro de equipe Lewis Hamilton, terceiro colocado do campeonato, Button disse que lutará pelo título enquanto tiver chances matemáticas. "Não fui sondado pela equipe. Se eu não posso, matematicamente, chegar ao título, eu farei tudo que for possível para ajudar a equipe", garantiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.