Gero Breloer/AP
Gero Breloer/AP

Button já teme perder boa vantagem na liderança na F-1

Inglês acredita que, se a situação não mudar, ele será ultrapassado por Webber em quatro corridas

EFE

27 de julho de 2009 | 17h17

BUDAPESTE - O inglês Jenson Button, que lidera o Mundial de Pilotos de Fórmula 1, teme perder a liderança isolada se a Brawn GP não se recuperar do fraco desempenho nas últimas corridas.

Veja também:

tabela F-1: classificação do Mundial

especial Confira o calendário da temporada

especial ESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos 

Após o sétimo lugar no Grande Prêmio da Hungria, o piloto chegou aos 70 pontos, enquanto o australiano Mark Webber, da Red Bull, aparece com 51,5 e o alemão Sebastian Vettel, também da escuderia austríaca, está com 47.

"Perdi 15 pontos em relação a Webber nas três últimas corridas e isso é demais. Se a diferença se mantiver, isso significa que ele me ultrapassará daqui a quatro provas, e restam sete. A diferença não é confortável, e não posso fazer nada por enquanto, temos de esperar", comentou o inglês ao site Autosport.

O companheiro de equipe do brasileiro Rubens Barrichello considera "inevitável" perder a liderança se a Brawn continuar como agora.

O piloto britânico garantiu que a equipe ainda não encontrou resposta ao fraco rendimento das últimas corridas, nem ao fato de a arrasadora superioridade da escuderia no início do Mundial ter terminado.

Button acha que as últimas evoluções do carro "devem funcionar" para o Grande Prêmio da Europa, próxima etapa da temporada, na cidade espanhola de Valencia.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Jenson ButtonBrawn GP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.