Dita Alangkara/AP
Dita Alangkara/AP

Button prevê pressão extra para Webber na reta final

Piloto da McLaren tenta tirar a concentração do atual líder do Mundial antes do GP de Cingapura

AE-AP, Agência Estado

23 de setembro de 2010 | 13h24

Faltando cinco etapas para o final da temporada de Fórmula 1, a briga pelo título está entre cinco pilotos. O australiano Mark Webber (Red Bull) é o líder com 187 pontos, seguido de perto pelo inglês Lewis Hamilton (McLaren), que tem 182, pelo espanhol Fernando Alonso (Ferrari), com 166, pelo inglês Jenson Button (McLaren), com 165, e pelo alemão Sebastian Vettel (Red Bull), com 163. Para Button, que é o atual campeão, a pressão sobre Webber pode influenciar negativamente em seu desempenho nesta reta final.

"Pode ser uma coisa ruim, porque você pensa ''eu tenho um ótimo carro e a experiência de dez anos na Fórmula 1, mas essa pode ser minha última chance de lutar pelo campeonato''", afirmou Button, lembrando que o piloto australiano da Red Bull nunca conquistou o campeonato, enquanto três de seus outros concorrentes já conseguiram o título - Alonso venceu em 2005 e 2006, Hamilton, em 2008, e Button, no ano passado.

"É uma posição difícil para se estar, ainda mais se você não tiver a experiência de ser campeão, como acontece com Webber e Sebastien (Vettel). Eles podem estar se sentindo fortes psicologicamente, mas não foi o que aconteceu comigo, quando eu passei por essa situação no ano passado", afirmou Button.

A primeira parte dessa luta nas última cinco corridas da temporada acontece neste domingo, no GP de Cingapura, a 15ª etapa do calendário, que será realizado no circuito Marina Bay, a partir das 9 horas (horário de Brasília) - os treinos começam já nesta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.