Jens Buettner/EFE
Jens Buettner/EFE

Button quer manter boa fase no adeus de Silverstone à F-1

Lendário circuito da Inglaterra é casa da líder Brawn e de seu primeiro colocado no Mundial de 2009

EFE

18 de junho de 2009 | 13h35

SILVERSTONE - Com seis vitórias em sete provas disputadas pela Brawn, o inglês Jenson Button espera voltar a ocupar o lugar mais alto do pódio em casa, no Grande Prêmio da Grã-Bretanha de Fórmula 1, que deve ocorrer pela última vez em Silverstone no próximo domingo.

Veja também:

tabela F-1: classificação do Mundial

especial Confira o calendário da temporada

especial ESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

O circuito que sediou a primeira prova da história do Mundial em maio de 1950 dará lugar ao de Donington Park em 2010 e pelos próximos 15 anos.

Líder absoluto do Mundial com 61 pontos - 26 à frente do brasileiro Rubens Barrichello, seu companheiro de equipe -, Button tentará a quinta vitória consecutiva nesta temporada da F-1 e é a grande esperança da torcida local.

Este posto seria de Lewis Hamilton, atual campeão do mundo. Porém, ele passa por má fase com a McLaren: fez apenas nove pontos e ocupa uma discreta 11.ª colocação.

Como a sede da Brawn fica em Brackley, a poucos quilômetros de Silverstone, Button encara a prova com mais vontade que nunca. "É estranho pensar que pode ser a última prova em Silverstone. Por isso quero dar um grande espetáculo este fim de semana", afirmou.

Em oitavo lugar com 11 pontos, o brasileiro Felipe Massa quer levar a Ferrari pela primeira vez ao lugar mais alto do pódio nesta temporada.

Outras ameaças ao reinado de Button são os pilotos da Red Bull, o alemão Sebastian Vettel e o australiano Mark Webber; os da Toyota, o italiano Jarno Trulli e o alemão Timo Glock, e o finlandês Kimi Raikkonen, companheiro de Massa na Ferrari.

Por sua vez, Nelsinho Piquet tenta fazer os primeiros pontos com a Renault. A temporada do companheiro do espanhol Fernando Alonso tem sido decepcionante.

Fora das pistas, Silverstone voltará a ser palco da batalha entre a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e a Associação de Escuderias da Fórmula 1 (Fota, em inglês).

Na sexta, dia dos primeiros treinos livres, será divulgada a lista de equipes inscritas no Mundial de 2010, recente alvo de polêmica por medidas com o limite orçamentário proposto pela federação.

O recente diálogo entre ambas as partes mostra que a história pode acabar sem problemas, com a FIA e as escuderias disputando normalmente a categoria ano que vem.

As primeiras sessões livres serão sexta-feira, às 6 e 10 horas de Brasília. No sábado, os pilotos vão à pista novamente às 6 horas e depois fazem o treino de classificação, às 9 horas.  A corrida, oitava etapa do Mundial, está marcada também para as 9 horas de Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.