Caminhões entram na pista em Goiânia

A temporada 2003 da F-Truck brasileira começa neste domingo, em Goiânia, com um representante da família Piquet --Geraldo, o filho mais velho do tricampeão de F-1 -, na pista e um desafio: manter a posição de categoria nacional que mais leva público aos autódromos. No ano passado, a competição apresentou média de 52 mil pessoas por corrida, segundo os organizadores. A etapa goiana tem largada prevista para as 14h15 e a TV Bandeirantes anuncia transmissão ao vivo. Geraldo Piquet, de 24 anos, é um dos três estreantes. Ele passou pelo kart e pela Espron e decidiu correr de caminhão aceitando convite do organizador da F-Truck, Aurélio Felix. Os outros estreantes são o goiano Tom Stefani, que já foi campeão da F-Ford, e Jonathas Borlenghi. Antes da temporada, Geraldo realizou apenas um treino com seu Mercedes-Benz, na pista gaúcha de Guaporé. Por isso, seu objetivo, na corrida e na temporada, é terminar entre os dez primeiros. Os principais candidatos ao título são o atual campeão, Roberval Andrade, Wellington Quirino (vice em 2002), Renato Martins, Beto Monteiro e Djalma Fogaça. A Truck também tem uma mulher, a ex-sem terra Débora Rodrigues, que continua na competição a exemplo de Pedro Muffato, que aos 61 anos não pensa em parar. Outra atração da F-Truck, que realiza a oitava temporada, é a disputa entre as fábricas. Seis delas participam este ano: Mercedes, Scania, Volvo, Ford, Volkswagen e Iveco). O campeonato deste ano terá nove etapas. Depois de Goiânia, a Truck corre em Guaporé (13/4), Cascavel (18/5), Brasília (22/6), Londrina (27/7), Campo Grande (24/8), São Paulo (5/10) e Tarumã (9/11). A temporada termina em 7 de dezembro, com a corrida de Curitiba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.